quarta-feira, 23 de abril de 2014

Capitão América: o Soldado Invernal

Eu ouvi um "ba-dum-tss"?
            Nos últimos dias, eu estava aguardando ansiosamente por aquele que seria o melhor filme da Marvel. Como disse nos posts anteriores, uma série de fatores contribuíram para que eu não fosse ao cinema ver o filme, mas por fim eu consegui e deixo aqui minhas opiniões. É claro que haverão spoilers!

            Muita gente que não tem a mínima noção das histórias em quadrinhos do Capitão América se tornou motivo de piada na internet. Frases como “Só eu que li infernal?” “Não seria melhor infernal?” “É invernal mesmo, porque o Capitão América ficou congelado” “Existe essa palavra ‘invernal’?”.
            Tirando esses comentários, todos estávamos desejosos de ver uma das melhores histórias do Capitão América nas telonas. Toda minha empolgação foi devolvida em satisfação. O filme é épico!
            Embora muitos critiquem a atuação do Chris Evans, eu acho que ele sempre foi muito bem como Capitão América. Mas o importante é que nesse último filme, ele fez com que todos concordassem: ele é o Capitão América.
Embora sua metro-sexualidade incomode, Chris Evans conseguiu, pela postura de Sentinela da Liberdade, contrabalancear em cenas com grandes atores, como Samuel Jackson e Robert Redford.
            O filme começa com uma boa tacada, vemos Capitão América conhecendo o Falcão. Ele o vê como um igual (um soldado que já esteve em campo) e depois sai com a Viúva Negra para uma missão.
Esse missão deve ser considerada como uma parte muito importante do filme, ali vemos muita coisa importante que vai mandar na história acontecer. A caracterização e atuação do Batroc está fabulosa. F-A-B-U-L-O-S-A!!!
Falando em boa atuação e caracterização, a Viúva Negra também está tão maravilhosa como em todos os filmes, só que dessa vez, ela teve espaço para mostrar o quanto ela é sarcástica e manipuladora, bem como ela faz com os russos no início de Os Vingadores. Sua personalidade maldosa faz uma ótima oposição com os modos de escoteiro de Steve Rogers. Acho brilhante como ela quer arranjar alguém para o Rogers namorar.
            Passando daí, temos uma das cenas mais épicas dos filmes de super-heróis, o atentado contra Nick Fury. Ali, vemos algo que eu sempre quis ver, o diretor da S.H.I.E.L.D. em ação. Embora, Stan “o cara” Lee tenha criticado o Fury de Jackson, eu não tenho defeito para pôr, só elogios. Aliás, o ar-condicionado está em perfeita condição de uso, (rs).
            Quanto ao soldado “infernal”, (rs). A atuação de Sebastian Stan foi muito boa. Talvez, quem sabe, poderia haver a possibilidade de... por que não?... ele tormar o manto do Capitão América após a morte deste. Seria algo incrível para se ver no terceiro filme da saga.
Não faço mais comentários porque não é necessário. O Bucky está como deveria estar!
            Não vou falar do Alexander Pierce, não há necessidade. O cara é incrível!
Mas vou deixar aqui meus comentários para as mulheres. Maria Hill tirou todo o receio que não havia tirado em Os Vingadores de que ela pode sim dirigir a S.H.I.E.L.D. como Nick Fury fazia.
A Sharon Carter (ou Agente 13, se preferir) também mandou muito bem. Espero vê-la namorando Rogers nos filmes futuros.
            Sobre isso, gostaria de fazer um comentário que fiz enquanto via o filme. Todo mundo na S.H.I.E.L.D. é foda! Todo mundo por lá sabe lutar muito bem. O filme é cheinho de cenas de ação, que não são muito comuns nos filmes de heróis nos filmes de espionagem. Isso foi muito bacana de se ver. Nem preciso falar do Brock Rumlow. O fodão que se tornará o Ossos Cruzados. Fica mais um sinal da morte de Steve Rogers.
            Falando em sinais e pontas para próximos filmes, o pós-crédito deixou muita dica: os gêmeos mutantes, o cetro de Loki e o Barão Striker. Mal posso esperar pelo que vêm por aí.
E o Arnim Zola?!? Caraca!!! Sem comentários, minha cabeça explodiu. Acho deveriam criar uma explicação (como um back up, ou sei lá o que) para levá-lo para mais filmes.
            Por último, vai uma crítica, para não dizer que foi só elogios. Eu não acho que deviam ter destruído a S.H.I.E.L.D. tão cedo, mas seja  que for, quero ver Nick Fury de tapa olho novamente!

            Por fim, acho que a Marvel compensou enfim o grande mal que foi Homem de Ferro 3, agora, cabe a nós esperar Os Guardiões das Galáxias! E que venha A Era de Ultron!!!