quinta-feira, 24 de abril de 2014

A Revolução dos Bichos

Corujas Doctor: adorei a cara do 9th Doctor!
   Desde que meu professor de história e meu professor de sociologia me falaram sobre esse livro, fiquei com muita vontade de lê-lo. Ao ver o João Paulo (Papo com João) babar no falar do George Orwell, minha vontade aumentou mais ainda. Por último, vi no Skoob que todo mundo que eu conhecia já tinha lido esse livro. A partir daquele momento tinha o firme propósito: comprarei esse livro assim que puder e o lerei quanto antes.
   Acontece que por ser brasileiro, e ainda por cima estudante universitário, eu vivo em uma eterna crise financeira. Mas um dia, vi na banquinha de livros da UEG uma capa onde a figura de um porco reluzia, era o universo conspirando para que eu lesse. Comprei e permiti que ele passasse a frente dos demais livros que aguardavam na fila. Interrompi minha leitura de Ortodoxia e de O Guarani (livro escrito sobre um ritual indígena que possui uma maldição de nunca acabar) e comecei a ler.
   De uma simplicidade divertidíssima, a leitura se mostrou algo muito prazeroso e simples. Aos poucos eu ia identificando cada representação animal: Trotski, Lênin, Stalin, o proletariado, os intelectuais orgulhosos, os militantes imbecis e até mesmo a Igreja Católica Ortodoxa Russa.
   Recomendo que todos leiam, mesmo não sendo liberal, George Orwell não têm noção do que escreveu. Esse livro é fantástico e todo professor de história/sociologia/filosofia/literatura deveria passa essa leitura para seus alunos.

   No mais, minhas aulas estão muito bacanas. Também estou correndo com a análise do livro O Céu dos Suicidas, para o artigo do Pibic. Espero terminar logo!